Boston Atrai Os Olhares

Trem De Levitação é Aberto Ao Público Pra Viagens Demonstrativas Na UFRJ O Dia

São Paulo - Poucos lugares são tão bem-dotados de capital intelectual quanto Boston. A escola de Boston fica na própria cidade. O Instituto de Tecnologia de Massachusetts, mais famoso pela sigla em inglês MIT, e o colégio Harvard estão em Cambridge, município colado à mancha urbana de Boston. Residência Rica, Por Brunete três centros de procura estão tão perto que é possível conhecê-los num passeio a pé de 1 hora. Tantos especialistas e pesquisadores por metro quadrado, com certeza, ajudam Boston a figurar entre as 5 regiões metropolitanas dos Estados unidos mais consideráveis em termos de registro de patentes, com destaque especial em inovações voltadas para a gestão pública.

Advertisement

“Estamos mostrando inteligência de desenvolver funcionalidades para tomar conta mais de nossas metrópoles, e isto é sensacional”, diz Edward Glaeser, professor de economia da Instituição Harvard e uma das maiores autoridades mundiais em economia urbana. De correto jeito, Boston se transformou num laboratório a céu aberto. Instalação Manutenção E Suporte Em Energia Solar Fotovoltaica de novas tecnologias nas ­ruas começou em enorme tipo há 5 anos, quando a prefeitura da cidade foi uma das primeiras a amparar lixeiras inteligentes, invenção de uma startup sediada nas redondezas. E também compactar o instrumento, essas lixeiras avisam a central da prefeitura quando estão quase cheias, o que reduz na metade a regularidade de coletas e, desta forma, corta os gastos com combustível e mão de obra.

Para ter uma ideia do tamanho nesse tipo de serviço, só na cidade de São Paulo 3 200 pessoas e 500 caminhões estão envolvidos na coleta diária de lixo. Em Boston, uma das novidades mais inusitadas adotadas recentemente é o banco de praça inteligente, batizado Soofa. Seu principal atrativo é permitir que qualquer cidadão recarregue a bateria do celular grátis a começar por uma placa que capta energia solar.

Advertisement

O banco conta com sensores que transmitem infos sobre a peculiaridade do ar e o grau de ruído. “Esses fatos podem amparar a direcionar futuras políticas públicas”, diz Sandra Richter, diretora da Changing Environments, corporação que montou o Soofa. Em junho, o presidente americano Barack Obama se rendeu à inovação da startup criada dentro do MIT Media Lab numa feira organizada em Washington. Na chance, ele brincou falando que, como presidente, nunca precisou se preocupar com a bateria do celular. Boston se beneficia por estar no meio dos laboratórios de onde saem outras das mais perfeitas ideias, mas engana-se quem pensa que a prefeitura local não tem seus méritos.

Boa quantidade das inovações testadas pela cidade ocorre graças à Um Guia ágil Do Setor Elétrico as startups e um órgão do município, o Escritório de Novas Mecânicas Urbanas, departamento desenvolvido em 2010 pelo ex-prefeito Thomas Menino. Sua meta é avaliar e sugerir iniciativas com potencial de aprimorar a vida dos cidadãos. Em outras expressões, faz a triagem das inovações que podem ser de interesse do município. Com orçamento de 1,quatro milhão de dólares por ano e só cinco funcionários, o órgão é a ponte entre as secretarias do município e universidades, centros de procura e corporações.

Advertisement
  1. Regressar pra matéria principal
  2. 10 anos: 88,0 a 452,0 11 anos : 111,0 a 551,0
  3. 63,0 a 250,0 mg/dL
  4. cinco vantagens do gás canalizado para tua residência
  5. um BTU = 0,2931 w

“Nosso papel é experimentar”, explica Chris Osgood, diretor do Escritório de Algumas Mecânicas Urbanas. No momento, o escritório está fazendo ajustes no desenvolvimento de um aplicativo que premia os cidadãos por denunciar problemas como muros pichados ou lixeiras quebradas. Uma solução desenvolvida em Boston, idea­lizada na própria prefeitura, contudo que ainda tem que provar seu valor, é o aplicativo Street Bump. Ele funciona como uma espécie de caça-buracos nas vias públicas.

Advertisement

Cruzando dados de localização e de vibração dos celulares, o programa identifica onde há buracos nas ruas e informa a prefeitura. Até imediatamente, mais de 37 000 solavancos foram captados pelos smartphones com o Street Bump, mas ainda não há detalhes de quantos eram de fato buracos ou apenas trepidações provocadas por barbeiragens dos motoristas.

“O aplicativo ainda é usado por pouca gente, o que limita a quantidade de dados pra análise”, diz Christos Cassandras, chefe da engenharia de sistemas da Universidade de Boston, onde o aplicativo foi criado. Governo Anuncia Plano De Incentivo à Formação Caseira De Energia prove um sucesso, o Street Bump tem tudo pra se popularizar universo afora. Apenas em São Paulo, 1 200 buracos são tapados por dia.

Share This Story

Get our newsletter